+55 (11) 3230.4980 comercial@unirede.net

Qual é o futuro do varejo?

O mundo está em constante mudança, “pivotagem”, como falam no meio das Startups. Em meio a nichos tão “disruptivos”, outro termo comum nos meios de Startups, um nicho que está ganhando muito espaço nas inovações tecnológicas é o varejo, ou melhor, quem está ganhando sou eu e você, clientes do varejo.

A Unirede é uma empresa focada em suportar as soluções do varejo, possui grandes clientes e é especialistas nas dores deste nicho e como resolve-las. Com base nisso, fui a um evento bem interessante da StartSe (startse.com), o Varejo Tech. Fui com expectativas baixas quanto às novidades, porém, apesar de já conhecermos muitas das tecnologias ou práticas que foram faladas, o que realmente me deixou inquieto foi a aplicação destas tecnologias e novas práticas nos ambientes do varejo.

Como foi o Varejo Tech?

Sabe aqueles eventos que te incomodam? Eu me senti realmente incomodado com o evento, de forma positiva é claro. Mas o que foi debatido em todo o evento foi uma nova forma de fazer o varejo, que está muito aos poucos ingressando no Brasil. Mas lá fora, em especial na China é algo muito difundido já. Toda a ênfase no ecossistema chinês me chamou muito atenção. Um lugar que eu não possuía nenhuma experiência. De fato, me deixou incomodado, ou melhor dizendo, inquieto.

É como uma coisa que sabemos, mas que nunca paramos para pensar. E realmente, refletindo sobre o mercado chinês é rapidamente possível entender a sua relevância, pois quando temos um mercado do tamanho de 1.38 bilhão de pessoas, ou seja, algo próximo de 20% da população do planeta terra, para comprar a sua marca, é tranquilo de criar marcas locais e ter muito sucesso. Imagine então, marcas globais que estão na China?

Depois do mercado Chinês, foi falado bastante também sobre o mercado norte americano, com muita ênfase na Amazon (amazon.com). Que foi fundada nos Estados Unidos, porém tem presença no mercado global, inclusive, no Brasil. E quando falamos de tecnologias e inovações aplicadas ao varejo, Amazon dá aula, ou, eu achava até então que era ela que dava aula. Enfim, como dito no evento, este tema dá o que falar, ou também posso dizer: “puxa uma pena, vem uma galinha”.

Cheguei na Unirede em Porto Alegre e peguei todas as anotações que fiz durante o evento, comecei a escrever este artigo e pesquisar algumas empresas que eu não conhecia e foram citadas no evento. Fiquei mais surpreso ainda, como o meu chefe diz: “explodiu a minha cabeça”. Tudo isso que achamos que é uma inovação em nosso varejo, é passado, o nível de engajamento alcançado por algumas marcas com seus clientes é incrível. Não tem nada igual aqui no Brasil.

Quer ter a mesma impressão que eu tive ao final de escrever este artigo? Acompanhe tudo o que vou colocar aqui e olhe todos os estudos de caso, se a tua cabeça NÃO explodir também, deixa um comentário me chamando de desinformado!

Varejo na China, o novo varejo!

Viajando para a China, o que temos de diferente acontecendo no varejo lá? Varias coisas, vamos a alguns dos nomes falados no Varejo Tech:

varejo - Alibaba Group

Alibaba (alibaba.com): A gigante empresa do Jack Ma, ou melhor, o gigante grupo de empresas que ele possui (alibabagroup.com). Quem nunca comprou algo do Aliexpress (aliexpress.com)? Enfim, Aliexpress é um dos negócios deles, eles são donos de outras empresas gigantes como: Taobao (taobao.com), Tmall (tmall.com), 1688.com, Alimama (alimama.com), Alibaba Cloud (alibabacloud.com), Cainiao Network (cainiao.com) e Ant Financial (antfin.com), base do Alipay (alipay.com). Se eu for falar de cada negócio, será tema de uma publicação específica, porém, se estiverem curiosos, recomendo a navegarem pelos links que inclui. Alibaba é um grande player global no cenário do varejo e também possui empresas que sustentam seus negócios.

A aplicação de várias tecnologias em seus negócios é gigantesca. O famoso Omnichannel é explorado a um novo nível, engajando os clientes de forma incrível. Um ótimo exemplo de conexão entre o off-line e o on-line em um nicho do varejo extremamente tradicional é o Hema Supermarket, marca de supermercados do Alibaba. Neste vídeo é possível observar que toda a experiência de compra no supermercado foi digitalizada. Além de poder comprar através do App e receber em sua casa para maior comodidade, todas as informações dos produtos estão no App. Exploraram essa funcionalidade com adição de conteúdo e dicas sobre os produtos, tais como receitas e outras formas de consumo.

Checkout através de totens de self-checkout e pagamento, é claro, através do Alipay. Outro ponto importante é a forma de entrega do supermercado, esta deixo para você conferir no vídeo. Para ficar por dentro do que se passa no Alibaba Group, acesse o canal de notícias do grupo, Alizila (alizila.com). Tem muitas notícias legais sobre o que eles estão fazendo.

Hema Supermarket, supermercado do grupo Alibaba.

Varejo - Taobao

Taobao (taobao.com): Uma das empresas do Alibaba Group e também o maior marketplace chinês. Possui diversas tecnologias implementadas em seu marketplace que transformam a compra dos usuários em uma experiência envolvente. Os comerciantes do Taobao são principalmente pessoas físicas (C2C) e pequenas empresas (B2C). O Taobao marketplace foi o maior destino de comércio móvel da China em termos de valor bruto de mercadorias em 2017.

Algumas das tecnologias utilizadas pelo Taobao são:

Content Delivery Network (CDN), essa rede de entrega de conteúdo ajuda a Taobao a entregar imagens e vídeos de forma rápida para usuários de todo o mundo. Por ser uma empresa do grupo Alibaba, conta com mais de 15 data centers.

Artificial Inteligence (AI), ou no bom português, inteligência artificial, é o mecanismo que dá dicas para os usuários do Taobao quanto a moda e sugestões de estilo, de acordo com uma base de mais de 500.000 estilos.

O Taobao também possui em seu App uma área para provar roupas de forma virtual, como funciona isso? Você faz o upload de uma foto sua e indica algumas medidas como altura e peso, desta forma, você poderá ter uma prévia de como aquela roupa que você quer fica em você. Esta funcionalidade já é suportada por diversos fabricantes presentes na plataforma.

Outras ótimas tecnologias para ganhar o engajamento dos clientes são: Gamification e Realidade Aumentada. A combinação destas duas traz uma experiência diferente nas lojas e em casa. Possibilita ganhar descontos diante de completar um desafio, ou procurar descontos dentro das lojas físicas.

Varejo - JD.com

JD.com (jd.com): Um dos maiores e-commerces da China, possivelmente o maior atualmente. Repleto de melhorias tecnológicas, que garantem uma plataforma escalável, inovação em termos de logística, como por exemplo a sua entrega com drones que pode ser vista no vídeo, meios de pagamento digitais, adoção de cloud em larga escala e outras tecnologias inteligentes para melhorar a experiência dos seus usuários. Por estas e mais outras tecnologias é considerada uma empresa altamente inovadora, e direcionada a tecnologia. A JD se propos a abrir 1000 lojas por dia na China, sim, o número está correto, 1000 LOJAS POR DIA!

A JD também possui um modelo de lojas não tripuladas, onde os próprios clientes fazem todo o seu processo de compra sem intervenção humana. Não só as lojas, a JD possui um centro de distribuição altamente automatizado, pode ser visto no vídeo. A automação é algo que a empresa busca obcecadamente, incluindo em suas soluções, robôs para entrega.

Quanto a adoção de tecnologias Open Source, a empresa é uma grande usuária. Algumas das tecnologias utilizadas por eles: Kubernetes (kubernetes.io), GitLab (gitlab.com), jenkins (jenkins.io), Logstash (elastic.co), Harbor (goharbor.io), Elasticsearch (elastic.co) e Promotheus (prometheus.io). Quer saber mais sobre as tecnologias que a empresa está desenvolvendo? Acompanhe o blog corporativo deles na categoria tecnologia.

JD.com, entrega com drones no interior da China.

JD.com e seu centro de distribuição totalmente automatizado.

Varejo - BingoBox

BingoBox (bingobox.com): Esta startup possui um negócio semelhante ao Amazon Go, caso você não conheça este negócio da Amazon, recomendo ver o vídeo. A primeira loja da Bingobox foi aberta em Shangai e possui o conceito de loja não tripulada, ou seja, uma loja sem nenhum atendente, onde você entra e faz tudo sozinho. Atualmente já existem mais de 200 lojas da marca em operação. Os modelos das lojas são variados, porém, todos são em estruturas de container, o que traz mobilidade para o negócio. As lojas ficam abertas 24 horas por dia e são implementadas em áreas abertas como parques, grandes passeios urbanos e áreas residenciais.

As principais tecnologias que a BingoBox implementa em suas lojas são: Análise de dados de consumo para planejamento de estoques e precificação de produtos. Estas informações conseguem estabelecer um perfil de consumo para uma determinada região e os produtos mais consumidos, fazendo desta forma uma gestão inteligente de estoques e promoções de itens que tem muita saída. Outras tecnologias que são utilizadas para controlar o ambiente das lojas são o reconhecimento de imagem, reconhecimento facial e machine learning. Pagamentos são feitos apenas com meios digitais como Alipay (alipay.com) e WeChat Pay (pay.wechat.com).

Vídeo que demonstra o modelo Amazon Go.

Vídeo que demonstra o modelo Bingobox.

Varejo - Pinduoduo

Pinduoduo (pinduoduo.com): Um novo App e-commerce chinês que teve um crescimento absurdo em 2017. Crescimento tema de várias reportagens de portais de notícias e blogs relacionados a tecnologia, varejo e comércio eletrônico. Trazendo um modelo social de compra, onde as pessoas divulgam informações de produtos em redes sociais bem populares na China como o WeChat (wechat.com) e QQ (imqq.com).

O usuário que divulgou e os seus amigos que querem fazer a compra podem formar times e comprar o produto por um preço menor. Esta estratégia é denominada como social shopping, ou, social e-commerce.

O Pinduoduo também ficou famoso por oferecer preços bem baixos, com registros de descontos em produtos perecíveis de até 90%. O Pinduoduo traz uma excelente experiência para os seus usuários através de práticas de gamification, modelo de compra com times, que é a compra em grupos e o alto engajamento social.

Varejo - Tmall

Tmall (tmall.com): Diferentemente do Taobao, que possui seu foco em C2C, o Tmall é um grande marketplace B2C que ampara grandes marcas de todo o mundo. Atende a consumidores que procuram produtos de marcas famosas e uma experiência de compras premium.

Um grande número de marcas e varejistas internacionais e chineses estabeleceram vitrines na Tmall, sendo este para as marcas de fora da China, uma das melhores formas de iniciar negócios neste país. A Tmall é um negócio do Alibaba Group, que fez questão de posiciona-lo como B2C e o Taobao como C2C.

Vídeo que demonstra o Tmall Innovation center (TMIC) do Alibaba.

Tmall traz estas marcas exclusivas em território chinês que não estão a disposição em lojas tradicionais, ligando assim, grandes marcas a uma população gigante que possui poder financeiro e desejo de comprar. Tmall acabou se tornando um canal de validação para muitas marcas que desejam ingressar no mercado, associado a isso, por ser um dos maiores canais de e-commerce da China, o tráfego é imenso. Para facilitar este processo de validação e entrada no mercado chinês o Tmall desenvolveu o Tmall Innovation center (TMIC), que traz as perspectivas do consumidor para os fabricantes desenvolverem o seu produto para o mercado. Mais detalhes no vídeo.

Tecnologias que o Tmall oferece para os seus clientes vão desde uma série de importantes business analytics, relatórios diários de performance até projeções de vendas. Dando assim, total suporte aos seus clientes venderem mais e de forma mais inteligente de acordo com o que os usuários realmente buscam.

Além disso, o Tmall como um negócio do Alibaba Group toma a frente de diversas iniciativas, como por exemplo, fazer todo um apoio para pequenas lojas familiares de bairros a modernizarem-se e fazerem um autentico store makeover para atraírem mais público.

São modernizadas no aspecto de suas operações, decisões feitas com base em business analytics, sistemas de gestão, logistica inteligente com abastecimento de produtos com bastante demanda na região e centros de distribuição com controle do estoque local da loja.

O nome desta iniciativa é Ling Shou Tong, que é traduzido como varejo integrado. Para saber mais sobre essa grande transformação que o Alibaba Group está proporcionando para o até então pequeno varejo tradicional, olhe o vídeo.

Vídeo que demonstra o modelo Ling Shou Tong do Alibaba.

O Alibaba Group possui o maior evento de vendas em um único dia do planeta, é o 11.11, responsável por vender mais que os tradicionais eventos de vendas americanos Black Friday e Cyber Monday combinados. Se trata de um grande evento para o varejo no mundo todo que foi estabelecido pelo Alibaba.

Este evento na China é um grande fenômeno para o varejo tanto on-line como off-line, trazendo diversos recursos de ambos e consolidando-os em um harmônico omnichannel. Para se ter ideia de tudo o que acontece e também das dimensões deste evento, coloquei os dois vídeos abaixo.

Vídeo sobre o festival 11.11 do Alibaba.

Vídeo sobre o festival 11.11 do Alibaba.

Antes mesmo de encerrarem as vendas do festival 11.11, já inicia um interminável processo logístico de entregas. As empresas do Alibaba Group já possuem experiência em todo este tratamento logístico e trabalham com uma empresa do seu próprio grupo para tratar boa parte dela. Mais de 2000 cidades na China já possuem entregas em menos de 24 horas.

Para movimentar toda essa grande quantidade de compras e seguir proporcionando uma ótima experiência para os usuários, é necessário ter um processo logístico muito bom e principalmente, suportado por muita tecnologia e automação. Se pode ter uma ideia olhando o vídeo que demonstra a operação com robôs no armazém da Cainiao (cainiao.com).

O Alibaba Group possui em seu grupo de empresas a Cainiao, uma empresa destinada aos desafios logísticos que todo o ecossistema criado por eles proporciona.

Imaginem mais de 300 milhões de usuários comprando em 24 horas, apenas na China, fora todos os demais usuários de fora do país. Apenas na China são feitas mais de 25 milhões de entregas por dia, a estimativa é que em menos de 10 anos este número aumente para 200 milhões.

Armazém inteligente do Cainiao.

Máquina de vender carros? Wow!

Para encerrar essa grande parte com enfoque no mercado de varejo da China, quero encerrar com um dos negócios mais exóticos que encontrei em minha pesquisa, uma máquina de vender carros! Sim, assim como as vezes você vai até uma máquina e compra algo para comer ou beber, imagine fazer isso para comprar um carro!

O test drive é uma etapa importante, e tudo começa desta forma, você através de um App pode agendar um test drive e ir até a grande máquina de venda de carros, feita da parceria da Ford (ford.com) e Alibaba. Nela, você é reconhecido através da sua face e a gigante estrutura já sabe qual carro te entregar.

Após 3 dias de testes no carro escolhido, você possui a opção de comprá-lo. Caso não tenha ficado satisfeito, você pode devolve-lo e agendar um test drive com outro carro. Para você ter uma percepção de toda a experiência, olhe o vídeo.

Todos estes movimentos que a China vem tendo com o varejo o grupo Alibaba chama de “O novo varejo”. Confira a explicação de o que é o novo varejo no vídeo abaixo.

O novo varejo.

E o que mais foi falado de varejo além de varejo na China?

Bem falei bastante no varejo da China e como ele está transformando o que é varejo. Enfim, as formas de vender dos últimos anos não funcionarão mais em breve e para isso é necessário mudar. Quem não conseguir mudar, acabará desaparecendo. O que estamos presenciando é uma mudança radical na forma que consumimos.

Conforme o mercado do varejo vai aumentado, ele vai automatizado cada vez mais as suas atividades corriqueiras e focando no que realmente importa, na melhoria dos seus negócios e como os consumidores o percebem. O custo de testar coisas, é bem baixo, este baixo custo do experimento faz com que as empresas do varejo testem cada vez mais e com isso inovem em seu mercado. Viram o que é o varejo na China? Em quanto tempo o varejo no Brasil irá se transformar?

Algumas empresas no Brasil já estão acelerando a sua adoção de tecnologias para melhorar a experiência dos clientes e estão tendo ótimos resultados. É o caso relatado durante a Varejo Tech do Magazine Luiza (magazineluiza.com.br). Foi a história que o Frederico Trajano, atual CEO da rede de lojas trouxe para os participantes. A sua adoção de tecnologia está aumentando os resultados da empresa de forma rápida.

O que o a minha rede de varejo precisa fazer? Mudar! E rápido.

Essa necessidade de mudar mais rápido, faz com que o conhecimento dure cada vez menos, fazendo com que empresas como Magazine Luiza implemente departamentos de inteligência e inovação. Afinal, o que não irá mudar em 10 anos? Como estar na frente? Mudando antes dos outros.

Já pensou? Inteligência artificial será como a nova eletricidade. O Vale do silício, na Califórnia, e a China estão dando as cartas do novo mundo. China é um mercado de varejo totalmente “louco”. A Amazon representa 50% de todo varejo americano, as lojas que estão fechando no mercado americano são as posicionadas como meio preço, que não tinham um propósito ou posicionamento firmes no mercado.

O perfil do consumidor é outro, atualmente não é apenas o preço que manda em suas decisões de compra. O consumidor avalia a embalagem, procuram conselhos e reviews sobre a reputação da marca e aceitam recomendações. A experiência do consumidor é a nova moeda, as empresas que ainda não perceberam isso, já estão atrás. A jornada do cliente está mais dinâmica, as empresas precisam oferecer conveniência para o usuário, não apenas para a empresa.

Depois de todo este gás de inovações da China, você deve estar se perguntando: Este Varejo Tech foi sobre China, Gabriel? Não foi, vou te dizer o que mais eu vi lá!

Soluções omnichannel para o varejo, em geral, não apenas as que mostrei da China. Inclusive, alguns expositores de soluções para o mercado Brasileiro.

Falamos de cobots, robôs que irão te auxiliar no teu ambiente de trabalho, realidade aumentada é uma realidade para muitas empresas, como por exemplo, o Ikea place (ikea.com), veja no vídeo como funciona.

Como funciona o Ikea Place.

Ouvi falar de uma empresa chamada Trax – reconhecimento de imagem e machine learning (traxretail.com) de Singapura, a Nuro – entrega autônoma (nuro.ai) da Califórnia, um App chamado Affectiva – reconhecimento de emoções (affectiva.com) e a Memomi – espelhos interativos (memorymirror.com) da Califórnia. Empresas utilizando Blockchain: Provenance – rastreabilidade de produtos (provenance.org), Arcade city – serviço estilo Uber, porém, P2P (arcade.city), Open bazar – plataforma de e-commerce livre (openbazzar.org). Empresas interessantes que a Amazon comprou: Kiva systems – robôs para amazéns (amazonrobotics.com), Whole foods – supermercados (wholefoodsmarket.com), Blink – câmeras (blinkforhome.com), Ring – segurança e automação doméstica e Ecobee – automação doméstica (ecobee.com).

Como funciona o modelo Trax Retail para ajudar o varejo.

Foi muito falado também sobre o Consumer Experience (CX), que deve ser observado por todos, afinal é o novo mantra do mercado. Trabalhar com dados é fundamental, então as novas profissões que estão surgindo como cientista de dados e outras, são importantes para atingir resultados diferentes. Empresas que possuem dados sobre os seus clientes e potenciais clientes e conseguem trabalha-los de forma a tirar proveito, estarão a frente.

Quer causar impacto? Ter propósito é necessário. Não tem como ser uma empresa sem definições claras ou sempre neutra e causar impactos no mundo dos negócios. Afinal, a normalidade nunca mudou nada.

Recomendo o Varejo Tech?

O Varejo Tech, no caso de existirem outras edições, é um evento que eu recomendo. Recomendo você ir lá e ficar inquieto como eu fiquei. Nós da Unirede Soluções Corporativas tratamos de manter um StartUp Mindset para a inovação. Em busca das melhorias e novas formas de ajudar nossos clientes a terem sucesso em suas áreas.

Como podemos ajudar o seu negócio do varejo?

Somos especialistas no varejo e podemos ajudar o seu negócio na sustentação de toda a tecnologia que o move!

A Unirede pode ajudar com toda a sua experiência adquirida durante a sua história na sustentação dos principais nomes do varejo nacional. Trazendo as melhores práticas, processos já bem definidos, ferramentas amplamente utilizadas no mercado e profissionais capacitados para auxiliar a sua empresa a implementar todo este ciclo de gestão de TI.

A Unirede é a única empresa Zabbix Premium Partner na América Latina, primeiro Certified Partner para as Américas e primeiro Training Partner mundial. Desde 2007 a Unirede tem sido responsável por disseminar a plataforma de monitoramento Zabbix e fomentar o seu uso.

Quer saber mais? Entre em contato conosco! Converse com nossos especialistas.

Gabriel Pedroso – Gestor de Marketing da Unirede Soluções Corporativas