+55 (11) 3230.4980 comercial@unirede.net

Você já esteve em alguma loja e demorou para ser atendido porque o sistema estava fora do ar? Se isso já lhe aconteceu, tenho certeza que não ficou muito feliz com a situação. Agora imagine os consumidores de sua empresa. Se estamos tratando de um estabelecimento com alto movimento e fluxo, certamente serão perdidas várias oportunidades de lucrar com vendas, além de deixar clientes insatisfeitos enquanto os usuários estão parados sem poder fazer nada.

Situações como estas apesar de terem um grande impacto no negócio acontecem com certa frequência, e em muitos casos, poderiam ser evitadas com um correto monitoramento da infraestrutura da empresa.

No exemplo citado, falamos de uma loja, mas este tipo de situação pode ocorrer em qualquer segmento, considerando que atualmente a mobilidade e a competitividade inserem a necessidade de processamento de alto volume de dados. Com isto reflete-se a dependência das empresas em possuir uma infraestrutura de TI adequada, e reforça a importância de um bom monitoramento para evitar qualquer surpresa desagradável.

O monitoramento dos recursos computacionais é um dos pilares para as melhores práticas de governança de TI. Vamos analisar neste artigo quais são os principais impactos da falta de monitoramento e quais vantagens esta atividade traz para o negócio quando aplicado corretamente.

O principal impacto da falta de monitoramento:

O principal impacto da falta de monitoramento é não possuir visão clara dos acontecimentos na infraestrutura de TI. Sem monitoramento não há visibilidade sobre o funcionamento de serviços, sistemas e equipamentos, muito menos dos seus problemas, impedindo a análise de possíveis soluções. A falta de visão sobre a infraestrutura de TI acarreta em:

Lentidão na entrega dos serviços e sistemas

É comum usuários reclamarem da lentidão dos sistemas e serviços oferecidos pela TI. Quando não há um bom serviço de monitoramento, não é possível identificar o motivo da lentidão no processamento das informações em atividades essenciais para sua empresa, como faturamentos, pagamentos e processamentos de quaisquer informações.

Correção de incidentes com agilidade

Como você pode corrigir incidentes com agilidade se não há a visibilidade do que houve, de quais foram os danos causados e como tratar com rapidez este processo?

A reclamação de lentidão por exemplo pode ser o sintoma para uma série de problemas, desde falhas em equipamentos como servidores, ativos de rede, ou até mesmo de conectividade com a internet ou o próprio sistema. A falta de monitoramento também irá refletir na demora da correção do problema, pois os profissionais de manutenção ou de suporte gastarão a maior parte do seu tempo buscando identificar a origem do incidente, antes de corrigi-lo.

Previsão de incidentes

Sem visibilidade sobre a infraestrutura de TI não é possível prevenir incidentes, pois não são identificados os principais riscos para o negócio. Ao se aplicar as soluções de monitoramento, os gestores de TI podem fazer antes um planejamento analisando os principais riscos para a continuidade dos recursos computacionais, garantindo que sejam antecipados e monitorados com maior atenção.

Custo operacional

A falta de monitoramento da TI aumenta o risco de incidentes, que consequentemente impactam no custo operacional para o negócio de acordo com suas proporções. No exemplo citado no início do texto, os usuários parados causam custos operacionais e geram impactos no caixa da empresa. Imagine se sua empresa tiver 15 funcionários, todos sem poder trabalhar em horário de alto fluxo.

Se não há visão sobre o que ocorre na infraestrutura de TI, não é possível sanar rapidamente os problemas, e qualquer incidente pode gerar custos altíssimos em cadeia.

Investimentos incorretos com uma má distribuição dos recursos computacionais

A falta de monitoramento faz com que os analistas de TI dimensionem sua infraestrutura baseada em suposições. Esta análise baseada em informações superficiais e não em dados reais, faz com que a empresa invista de forma inadequada em seus recursos, gastando muito dinheiro onde não seria necessário, e muitas vezes não resolvendo o problema.

No exemplo do caso da lentidão, a empresa poderia investir em um novo servidor mais potente, e no final descobrir que a causa estava em uma configuração errada no próprio sistema. Em outra situação, sua TI pode estar trabalhando com servidores sobrecarregados, enquanto outras áreas têm recursos de sobra. Um simples balanceamento resolveria o problema de lentidão, sem a necessidade de investimento em novos equipamentos.

A falta de monitoramento deixa os analistas de TI “cegos” em relação aos seus recursos, consumindo muito tempo e dinheiro de forma desnecessária.

Segurança

A falta de monitoramento também coloca em risco a segurança da TI e consequentemente de todo o negócio. Esta segurança pode estar relacionada a arquivos maliciosos na rede ou até mesmo a ataques de hackers mal-intencionados. A segurança também diz respeito aos dados da empresa, visto que a falta de monitoramento dos recursos de contingência e backup podem trazer surpresas desagradáveis quando eles são necessários.

Vantagens

Implantar um serviço de monitoramento dos recursos computacionais além de não ser complexo, garante uma série de vantagens para a sua empresa, sua equipe e seus gestores. Como vimos nos impactos causados pela falta de monitoramento, a aplicação deste recurso garante para o negócio uma boa redução de custos operacionais, evita incidentes, aumenta a segurança e ajuda a TI a dimensionar melhor seus investimentos. Além de todos os benefícios já citados, o monitoramento da TI ajuda na melhor utilização dos seus recursos, tornando os sistemas mais rápidos e estáveis, garantindo também a aumento da produtividade em todo o negócio, e do seu dia a dia.

Que tal investir em um serviço de monitoramento de TI para sua empresa? A Unirede pode ajudar você a entender melhor sobre o tema. Quer falar com um de nossos engenheiros?